Arquitetura & Engenharia

Caso já tenha pesquisado as disciplinas ofertadas pelas faculdades dos cursos de arquitetura e engenharia no Brasil, certamente notou que, apesar de ambas partilharem da mesma área de conhecimento, elas possuem uma semelhança muito tímida. Com isso, os estudantes de arquitetura não são familiarizados com grande parte da perspectiva estrutural, assim como os discentes de engenharia retêm pouca visão arquitetônica e sensibilidade estética. Isso acaba por se tornar um ponto crucial para a falha de comunicação entre os profissionais e consequentemente um retrabalho.

“Isso é trabalho para engenheiro”, “Deixa essa preocupação para o arquiteto” são frases frequentemente ditas pelos profissionais que não acreditam na união das profissões ou não possuem boas práticas de relações sociais ou formais entre seus colegas, o que entra em discordância com os Engenheiros e Arquitetos Viollet-Le-Duc e Pier Luigi Nervi. Eles acreditavam que a Arquitetura e Engenharia fazem parte de um todo, ou seja, que o ato de projetar e o ato de construir são um só; que é possível obter formas harmónicas e expressivas obedecendo às leis naturais da física e que construir, mais do que um ato racional, podia ser um ato criativo.
Em uma pesquisa assistida por estudantes, entrevistamos o José Lucas, discente do nono período de Engenharia Civil. Foram lhe feitas perguntas relacionadas à conteúdos de cunho arquitetônicos as quais ele não soube responder pois afirmava que, tinha interesse sim em obter tal conhecimento, entretanto o mesmo não era disposto em suas disciplinas acadêmicas. Assim, qualquer aprendizado nesse sentido deveria partir do próprio aluno, o que infelizmente, não é muito comum.
Esse é um dos tantos exemplos do porquê há uma discordância acentuada entre as profissões.

Com isso, é notório que o primeiro passo para mitigar esse dilema deve partir de cada profissional ou futuro profissional em entender que toda discussão deve ser encarada como algo construtivo para sua carreira e visualizar que não debita em existir rivalidade, mas sim uma correlação.

 

-Roberta Rocha.

adm@estruturasonline.com

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

entre para nossa lista VIP e receba conteúdos com exclusividade

Veja mais